sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Saia do orkut e vá ler um livro!

Fui estudar, pela primeira vez, na biblioteca que fica aqui pertinho de casa. Fiquei impressionada com a estrutura(principalmente com as cadeiras super confortáveis!) E bateu uma saudade... dos tempos em que eu freqüentava, assiduamente, as Bibliotecas Municipais ou mesmo as das várias escolas pelas quais passei no Ensino Fundamental e mesmo no Ensino Médio... das tardes que passei com Machado de Assis, Carlos Drummond de Andrade, Gabriel García Marquez, Cecília Meireles, Sidney Sheldon, Pedro Bandeira e mais um monte de escritores... do quanto eu viajei e aprendi e cresci com aqueles livros amigos, que tanto marcaram a minha vida e que representam grande parcela do que penso e de quem sou hoje. Havia apenas algumas crianças e adolescentes estudando lá. E eu pensei no quanto as coisas mudaram! Hoje já não se valoriza tanto a leitura, as crianças nem conhecem os autores brasileiros! Não há tempo pra ler: é preciso responder aos scraps deixados no orkut, é necessário conversar com a galera no msn, não se pode ficar sem zerar aquele jogo super interessante! E crescem sem imaginação(ou com uma imaginação péssima), com os terríveis vícios de linguagem que me dói só de pensar, com uma estranha falta opinião sobre tudo.
Pode parecer até que sou muuuito mais velha com esse texto extremamente saudosista, mas não há como não ficar triste com a desvalorização da cultura, do prazer da leitura.

E eu, não obstante a falta de tempo, não resisti e peguei um livro do Veríssimo pra ler. Pra manter os bons hábitos e relembrar os velhos tempo...

2 comentários:

Ítalo Chesley disse...

Nem sei o que dizer.Na verdade sei sim.
Seu blog está indescritível, e menti pra mim mesmo quando disse que sabia o que dizer, todavia, vou me conter a dizer que AMEI as postagens.

Beijos te amo!

Wagner disse...

Incrível! Você me surpreendeu mais uma vez. Suas postagens são tão boas e tão gostosas de ler que eu, por um momento, pensei que estava ouvindo a sua voz narrando as histórias. Pra quem diz não ter talento, você está indo muito bem. Só me resta dejesar sucesso nessa sua nova empreitada e que venham os textos...