quinta-feira, 15 de julho de 2010

Tempo de Sonhar

Há tempo...
Thiago Azevedo
 
Há espaço para tudo na vida,
há tempo para tudo debaixo do pôr-do-sol,
há tempo para tudo numa tarde de chuva,
há tempo...

Para escrever,
ler um livro,
ouvir uma canção,
viver uma louca
e intensa paixão...

Fazer um verso,
silenciar a pena,
gritar e vibrar,
sentar junto
e sozinho, chorar...

Amar,
se deixar amar,
sonhar, mas,
não há tempo
para se deixar o sonho...

Há tempo...
para se perder
e não se querer achar,
crer piamente
e depois duvidar...

De todo tempo
que se tem na vida,
o sonho suplanta
a monotonia
que existe na realidade,
a bela possibilidade
de voar sem os pés no chão,
de escrever novamente
belos versos
do poeta,
do sonhador.

Há o tempo de despedir
do sol que se põe,
do amor que partiu,
da vida vã,
dos sonhos...

Ah! Os sonhos,
que se perdem no caminho,
como as sementes do semeador,
ao passar sozinho,
imagina que ao nascer do sol,
virá um novo botão,
que ao renovar o tempo
surgirá a mais bela flor.

Um comentário:

INGRID disse...

Lindos versos, amiga! Me faz refletir sobre a minha vida e sobre o tempo que tenho para compartilhar com meus amigos! Não sabia que vc tinha esse blog! Ta lindo! Beijinhos!